(x) Fechar Menu

Tire suas dúvidas sobre o ProUni

Tire suas dúvidas aqui. Para informações aos candidatos acesse: http://prounialuno.mec.gov.br/

Qual a diferença entre ProUni e FIES?

O ProUni concede bolsas integrais e parciais. Já o FIES (Programa de Financiamento Estudantil), criado em 1999, destina-se a financiar os estudantes de graduação, mestrado e doutorado em instituições privadas de educação superior. O financiamento pode ser solicitado a estudantes regularmente matriculados e que tenham obtido avaliação positiva no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (SINAES) e que a instituição de ensino superior seja participante do Programa.

Quem pode se inscrever no ProUni?

Estudantes egressos do ensino médio da rede pública ou da rede particular na condição de bolsistas integrais, com renda per capita familiar máxima de 1 e ½ salários mínimos. Os candidatos são selecionados pelas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), conjugando-se, desse modo, inclusão à qualidade e mérito dos estudantes com melhores desempenhos acadêmicos.

Como funciona o ingresso do acadêmico na instituição através do ProUni? Ele realiza o Enem, atinge a pontuação no ProUni, e qual seria a próxima etapa?

Para 2012 o candidato deve ter feito o Enem 2011 e obtido a nota mínima de 400 pontos estabelecida pelo MEC. Em seguida, deve realizar a inscrição para o Processo Seletivo no portal do MEC (http://ProUniportal.mec.gov.br/), este processo fará uma pré-seleção dos candidatos enviando à Instituição de Ensino e disponibilizando no site as listas dos pré-selecionados. É preciso, ainda, que o estudante tenha renda familiar, por pessoa, de até 1 e ½ salários mínimos e satisfaça uma das condições abaixo:

  • Ter cursado o ensino médio completo em escola pública, ou
  • Ter cursado o ensino médio completo em escola privada com bolsa integral da instituição, ou
  • Ter cursado todo o ensino médio parcialmente em escola da rede pública e parcialmente em instituição privada, na condição de bolsista integral da respectiva instituição, ou
  • Ser pessoa com deficiência, ou
  • Ser professor da rede pública de ensino básico, no efetivo exercício do magistério da educação básica, integrando o quadro permanente da instituição pública e concorrendo a vagas em cursos de licenciatura, normal superior ou pedagogia, destinados à formação do magistério da educação básica. Neste caso, a renda familiar por pessoa não é considerada.

Os candidatos pré-selecionados comprovam, apresentando documentação nas Instituições de ensino superior (IES) e, em data pré-determinada, recebem informação da aprovação ou reprovação.

Como saber os resultados da pré-seleção do ProUni?

Os resultados do processo seletivo do ProUni são disponibilizados na Internet, por meio do Portal do MEC, pelo telefone 0800.616161 e também pelas instituições participantes do Programa. É de inteira responsabilidade dos candidatos pré-selecionados observarem o cumprimento dos prazos estabelecidos, bem como o acompanhamento de eventuais alterações.

O aluno tendo bolsa ProUni pode solicitar transferência de curso e polo?

Sim, contudo depende da disponibilidade de bolsas para o curso e o Polo.

Conseguimos aceitar bolsa ProUni de outras IES?

Conseguimos, porém normalmente não temos vagas para tais transferências.

Quais os reais motivos pelo qual o aluno ProUni não pode transferir de polo para polo?

Os polos têm uma quantidade específica de bolsas que podem oferecer, pois as bolsas são oferecidas pelo MEC conforme receita de cada polo.

De quanto em quanto tempo a documentação deve ser atualizada?

O candidato deve ficar atento, pois durante todo o ano letivo poderá ser exigida a entrega de documentos adicionais, caso seja julgado necessário pelo coordenador ou representante do ProUni na instituição de ensino na qual foi pré-selecionado.

No caso da rematrícula, qual o procedimento a ser tomado?

Os polos podem fazer as rematrículas desde que os acadêmicos não estejam bloqueados pelo sistema.

Em quantos módulos o acadêmico poderá ficar retido sem perder a bolsa?

Pode ficar retido em um semestre.
Ex.: O acadêmico fica retido nos módulos 1.1 e 1.2 em no primeiro semestre de 2012.
Realiza o preenchimento da Justificativa ProUni que é analisada pela Comissão. Deferida a solicitação, é feita a rematrícula, e a bolsa é reconsiderada no sistema do ProUni. Caso o aluno fique retido novamente no segundo semestre de 2012, a bolsa será descredenciada, pois o sistema do ProUni permite que seja reconsiderada apenas uma vez.

No caso da rematrícula, qual o procedimento a ser tomado?

Os polos podem fazer as rematrículas desde que os acadêmicos não estejam bloqueados pelo sistema.

Como é realizada a justificativa da bolsa?

O acadêmico faz a Justificativa por meio de Requerimento on-line no portal pelo link: "Justificativa ProUni".

Quando exatamente os acadêmicos devem realizar a justificativa ProUni?

Todos, e apenas, os acadêmicos que ficaram retidos no semestre em questão precisam preencher as justificativas, pois é por meio delas que a Comissão analisa se a bolsa será reconsiderada ou não. O acadêmico retido que não preencher a Justificativa terá automaticamente a bolsa encerrada.